jogos vorazes ordem

Milho sobe na B3 nesta 4ªfeira e analista vê oportunidade para janeiro/24

Publicado em 14/06/2023 17:01
Chicago tem leves recuos acompanhando outras commodities

Logotipo jogos vorazes ordem

A quarta-feira (14) chega ao final com os preços futuros do milho contabilizando movimentações positivas na Bolsa Brasileira (B3) após um pregão de alta volatilidade e altos e baixos para as cotações. As principais posições flutuaram na faixa entre R$ 53,55 e R$ 62,80. 

O vencimento julho/23 foi cotado à R$ 53,55 com valorização de 0,60%, o setembro/23 valeu R$ 57,75 com alta de 0,42%, o novembro/23 foi negociado por R$ 60,39 com elevação de 0,57% e o janeiro/24 teve valor de R$ 62,80 com ganho de 0,56%. 

O analista da Agrinvest, Marcos Araújo, destaca a diferença entre as cotações dos contratos julho/23 e janeiro/24. Na perspectiva dele, essa diferença de valores cobre os custos de armazenagem que o produtor terá no período. 

“Pra quem está capitalizado e tem condição de armazenagem, vende o milho janeiro/24 e faz operação custo de carrego”, afirma Araújo. 

No mercado físico brasileiro, o preço da saca de milho não se movimentou muito neste meio de semana. O levantamento realizado pela equipe do jogos vorazes ordem não encontrou nenhuma valorização e percebeu desvalorizações apenas nas praças de Castro/PR e Sorriso/MT. 

Confira como ficaram todas as cotações nesta quarta-feira  

A consultoria Agrinvest relata que, o milho brasileiro continua muito competitivo em relação aos demais players exportadores, mas por outro lado, essa competitividade internacional se traduz em preços baixos para o milho no interior, o que está levando as margens do milho a ficarem negativas em algumas regiões, considerando a forte queda dos últimos meses. 

Mercado Externo 

Já a Bolsa de Chicago (CBOT) encerrou as atividades desta quarta-feira com movimentações negativas para os preços internacionais do milho futuro.  

O vencimento julho/23 foi cotado à US$ 6,07 com desvalorização de 4,75 pontos, o setembro/23 valeu US$ 5,45 com baixa de 1,00 pontos, o dezembro/23 foi negociado por US$ 5,49 com queda de 2,00 pontos e o março/24 teve valor de US$ 5,58 com perda de 2,00 pontos. 

Esses índices representaram baixas, com relação ao fechamento da última terça-feira (13), de 0,82% para o julho/23, de 0,18% para o setembro/23, de 0,36% para o dezembro/23 e de 0,36% para o março/24. 

Segundo informações do site internacional Farm Futures, os traders tentaram equilibrar as últimas previsões do tempo com os padrões de demanda problemáticos, mas a fraqueza em um amplo conjunto de outras commodities contribuiu para a pressão descendente de hoje. 

“As altas podem apontar para solos secos em todo o meio-oeste e o discurso contínuo da Rússia ameaçando se retirar da iniciativa de grãos da Ucrânia, mas o fato é que o mercado não se importa agora. Tudo o que ele vê é uma demanda de exportação desanimadora e perspectivas de melhora do clima à medida que avançamos no verão. A percepção é realidade, e o mercado precisa ver a prova do contrário”, disse Arlan Suderman, economista-chefe de commodities da StoneX, em nota repercutida pelo site Successful Farming. 

Já segue nosso Canal oficial no WhatsApp? Clique Aqui para receber em primeira mão as principais notícias do agronegócio
Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
jogos vorazes ordem

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário

    jogos vorazes ordem Mapa do site