elden ring cloud gaming

B3 acumula queda semanal de 6% para o milho com peso da colheita

Publicado em 03/06/2022 16:43 e atualizado em 03/06/2022 17:29
Chicago também cai mais de 6% na semana esperando corredores de exportação na Ucrânia

Logotipo elden ring cloud gaming

A sexta-feira (03) chega ao final com os preços futuros do milho novamente recuando na Bolsa Brasileira (B3) para encerrar uma semana negativa. 

O vencimento julho/22 foi cotado à R$ 86,63 com perda de 0,32%, o setembro/22 valeu R$ 88,87 com queda de 0,60%, o novembro/22 foi negociado por R$ 90,60 com desvalorização de 0,89% e o janeiro/22 teve valor de R$ 93,21 com baixa de 0,71%. 

Na comparação semanal, os contratos do cereal brasileiro acumularam desvalorizações, de 4,68% para o julho/22, de 6,26% para o setembro/22, de 5,92% para o novembro/22 e de 4,90% para o janeiro/23, diante do fechamento da última sexta-feira (27). 

variação semanal milho b3

Para o analista de mercado da Brandalizze Consulting, Vlamir Brandalizze, quem seguem pressionando as cotações do milho no Brasil é a colheita da segunda safra e a grande quantidade de milho que está nos campos para ser colhida daqui para frente. 

“Está começando a ganhar ritmo a colheita no Mato Grosso, que tem recomendação de colher rápido para não correr risco com fogo na reta final, e a safra brasileira está se definindo. Vai ser uma safra, mesmo com perdas grandes de produtividade em alguns lugares, uma safra de 80 milhões de toneladas ou mais, e isso reflete no mercado doméstico”, pontua Brandalizze. 

Já no mercado físico brasileiro, o preço da saca de milho registrou mais altas do que baixas neste último dia da semana. O levantamento realizado pela equipe do elden ring cloud gaming encontrou desvalorizações apenas em São Gabriel do Oeste/MS. Já as valorizações apareceram nas praças de Ponta Grossa/PR, Jataí/GO, Rio Verde/GO e Dourados/MS. 

Confira como ficaram todas as cotações nesta sexta-feira 

De acordo com a análise diária da Agrifatto Consultoria, “a demanda se mantém retraída à espera do avanço da colheita e melhora significativa da oferta, adicionando mais peso aos preços no mercado doméstico. Em Campinas/SP, o cereal recua abaixo dos R$ 86,00/sc”. 

Mercado Externo 

A Bolsa de Chicago (CBOT) teve um dia de volatilidade, com os preços internacionais do milho futuro oscilando entre o campo negativo e o positivo, encerrando as atividades da semana contabilizando novos recuos. 

O vencimento julho/22 foi cotado à US$ 7,27 com baixa de 3,25 pontos, o setembro/22 valeu US$ 7,01 com queda de 3,50 pontos, o dezembro/22 foi negociado por US$ 6,90 com desvalorização de 4,25 pontos e o março/22 teve valor de US$ 6,95 com perda de 4,00 pontos. 

Esses índices representaram baixas, com relação ao fechamento da última quinta-feira (02), de 0,41% para o julho/22, de 0,43% para o setembro/22, de 0,58% para o dezembro/22 e de 0,57% para o março/23.   

Na comparação semanal, os contratos do cereal brasileiro acumularam desvalorizações, de 6,44% para o julho/22, de 5,78% para o setembro/22, de 5,48% para o dezembro/22 e de 5,18% para o março/23, diante do fechamento da última sexta-feira (27). 

variação semanal milho cbot

Segundo informações da Agência Reuters, os contratos futuros do milho foram pouco alterados, mas se enfraqueceram com traders monitorando as negociações diplomáticas destinadas a retomar os embarques de grãos ucranianos e reabrir os portos do Mar Negro bloqueados desde a invasão da Rússia. 

Comerciantes de grãos monitoraram as notícias sobre a guerra na Ucrânia, enquanto a Turquia disse esperar progresso em um plano para desbloquear as exportações de grãos dos portos do Mar Negro quando o ministro das Relações Exteriores da Rússia visitar a Turquia na próxima semana. 

Na quinta-feira, o Ministério da Defesa da Rússia disse que os navios que transportam grãos podem deixar os portos da Ucrânia no Mar Negro através de “corredores humanitários” e a Rússia está pronta para garantir sua segurança, segundo a agência de notícias Interfax. 

“O mercado de milho se tornou muito vendido, mas a preocupação com a possibilidade de o grão sair da Ucrânia permanece. Se isso não acontecer, então o mercado de milho está preparado para uma recuperação de preço”, disse Tomm Pfitzenmaier, analista da Summit Commodity Brokerage. 

Já segue nosso Canal oficial no WhatsApp? Clique Aqui para receber em primeira mão as principais notícias do agronegócio
Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
elden ring cloud gaming

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

1 comentário

elden ring cloud gaming Mapa do site