í betűvel állat

Sem NY, Londres e físico têm dia de estabilidade para o café

Publicado em 04/09/2023 16:53
Mercado climático e impactos do El Niño na florada do Brasil devem ser o foco da retomada para o arábica

Logotipo í betűvel állat

Sem a referência de Nova York, a Bolsa de Londres encerrou o primeiro pregão da semana com estabilidade para o café conilon. O mercado futuro do café continua monitorando as condições do parque cafeeiro no Brasil, com El Niño no radar e com as atenções voltadas para a florada. Do lado do produtor, os negócios continuam mais lentos, ainda esperando por uma recuperação mais expressiva nos preços. 

Novembro/23 teve alta de US$ 1 por tonelada, negociado por US$ 2483, janeiro/24 teve valorização de US$ 8 por tonelada, valendo US$ 2391, março/24 teve alta de US$ 6 por tonelada, negociado por US$ 2334 e maio/24 teve alta de US$ 7 por tonelada, valendo US$ 2313. 

No Brasil, o dia também foi marcado pela estabilidade nas principais praças de comercialização do país. 

O tipo 6 bebida dura bica corrida teve queda de 1,76% em Machado/MG, negociado por 835,00, Guaxupé/MG manteve a estabilidade por R$ 810,00, Poços de Caldas/MG manteve por R$ 830,00, Patrocínio/MG manteve por R$ 820,00 e Franca/SP por R$ 840,00. 

O tipo cereja descascado manteve a estabilidade por R$ 883,00 em Guaxupé/MG, Poços de Caldas/MG manteve por R$ 870,00, Patrocínio/MG manteve por R$ 860,00, Varginha/MG manteve por R$ 880,00 e Campos Gerais/MG por R$ 908,00. 

Já segue nosso Canal oficial no WhatsApp? Clique Aqui para receber em primeira mão as principais notícias do agronegócio
Por:
Virgínia Alves
Fonte:
í betűvel állat

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário

    í betűvel állat Mapa do site